Futurecom faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Expansão dos data centers na Latam para os serviços de nuvem

Expansão dos data centers na Latam para os serviços de nuvem.jpeg
A expansão dos data centers para os serviços de nuvem na Latam são impulsionadores que contribuem para a transformação digital.

A transformação digital tem sido um dos principais pilares para a economia dos países da América Latina, inclusive para o Brasil. A expansão dos data centers para os serviços de nuvem na Latam são impulsionadores que contribuem muito para isso.

Ricardo Alário Arantes, CEO da ODATA, acompanha esse cenário e se especializou em estudos da área. Ele conversou conosco sobre os avanços dos data centers para os serviços de nuvem. Siga a leitura!

A importância dos data centers para os serviços de nuvem

De acordo com Arantes, os data centers podem ser considerados a pedra fundamental da prestação de serviços de nuvem.

“É a partir da constituição de um ecossistema coeso e bem estruturado de infraestrutura, da energia redundante e da conectividade ininterrupta que se garantem as principais características que viabilizam toda essa nova gama de produtos e serviços, a partir da nuvem”, explica.

Ele ainda comenta que é esse ambiente robusto que assegura níveis de serviços adequados quanto à confiabilidade, tempo de resposta, disponibilidade, acessibilidade, entre outros fatores, sem os quais a maior parte dos produtos que rodam em nuvem seriam viáveis comercialmente.

O cenário de data centers na Latam

Para Arantes, a digitalização da economia e a necessidade de diminuir custos e aumentar eficiência está causando uma tendência secular de uso da nuvem e estrutura de data centers. Ele ainda comenta que isso vem sendo acentuado pelo impacto da Covid-19 e de novas tecnologias, como, IoT, Edge Computing, 5G, entre outras.

Sobre o cenário de data centers na Latam, o CEO da ODATA disserta: “Como característica comum, em diversas áreas de infraestrutura na região, vemos um gap com relação à infraestrutura existente em mercados mais maduros, como Estados Unidos, Europa e Ásia. Esse gap de oferta de infraestrutura impacta a alta demanda e, com isso, o que vemos é uma pressão importante e constante da cadeia de TI por um aumento da capacidade instalada de data centers na região”.

Os desafios e as oportunidades do mercado de data centers para os serviços de nuvem na América Latina

Na visão de Arantes, o gap de oferta de infraestrutura na América Latina impacta a alta demanda e, com isso, o que vemos é uma pressão importante e constante da cadeia de TI por um aumento da capacidade instalada de data centers na região.

O executivo exemplifica: “As malhas dos sistemas de distribuição de energia, por exemplo, tendem a se desenvolver em velocidades menores, se comparadas à velocidade do adensamento dos datacenters, ou seja, sem uma boa coordenação com o planejamento de redes, muitos projetos com potencial de crescimento podem se tornar inviáveis, por limitação de crescimento”.

E complementa: “Além disso, o planejamento urbano dos grandes centros precisa levar em consideração a rápida transformação desse modelo de desenvolvimento de infraestrutura, para garantir aderência e eficiência na geração de redes de data centers como uma forma moderna de assegurar o desenvolvimento sustentável em um mundo cada vez mais movido pela cadeia de serviços de TI”. 

Empresas públicas e privadas, portanto, precisam seguir investindo em data centers na América Latina. Apenas dessa forma poderemos ter serviços de nuvem realmente com qualidade e não seremos ultrapassados por outras partes do mundo.
Quer continuar se informando sobre o tema? Então, leia agora o nosso artigo com as novas tendências do armazenamento em nuvem.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar