Futurecom faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Garantindo o bem-estar do cidadão através da inteligência de dados

Garantindo o bem-estar do cidadão através da inteligência de dados.jpg
Cases de sucesso envolvendo a inteligência de dados na gestão pública já podem ser observados. Confira!

A gestão pública baseada em tecnologia e inteligência de dados foi um dos assuntos debatidos na 2ª edição da Futurecom Digital Week. Em um dos meet-ups, Fernando Rabelo, gerente da BrasilLAB, conversou sobre esse tema com representantes de gestores de diferentes regiões brasileiras.

Participaram do debate:

  • André Renato Faccchini, diretor do departamento de TIC da Secretaria da Fazenda do Rio Grande do Sul;
  • Pedro Calixto, diretor de desenvolvimento tecnológico da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão de Minas Gerais;
  • Marcos Conseglio, sales director, da Sociedade Europeia de Satélites (SES);
  • Rodrigo Michel de Moraes, subsecretário de Tecnologia da Informação do Governo de Goiás; e
  • Fernando Trincado, secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo, Tecnologia e Inovação da Prefeitura de São Caetano do Sul.

Veja, a seguir, os principais pontos que foram debatidos no evento.

Aprimorando a produtividade para solucionar problemas dos cidadãos

A inteligência de dados é um assunto que deve interessar muito aos atuais e futuros gestores públicos. Isso porque o uso dessa tecnologia pode ser muito útil para aprimorar e solucionar problemas dos cidadãos nas mais diversas áreas, como na saúde, na segurança e na educação.

Na visão de Fernando Trincado, a época de políticas públicas generalistas, que não consideravam os indicadores socioeconômicos, ficou para trás. 

“Hoje temos de usar cada vez mais os dados e acompanhar não só o desenvolvimento dos projetos, mas também os resultados”, opina o secretário de São Caetano do Sul.

Apesar de compreenderem a relevância dos dados para a gestão, no entanto, muitos dos representantes do povo ainda não têm conhecimento profundo sobre o tema, como Pedro Calixto destacou em sua fala.

“O poder público ainda está engatinhando nisso, é um cenário super desafiador! Diz o ditado que os dados são o novo petróleo. Então, a gente está sentado em cima de uma reserva gigantesca e precisa refinar essa matéria-prima para trazer bons resultados”, comentou o representante do Governo de Minas Gerais.

Uso de tecnologias transformadoras para auxiliar na eficiências da gestão pública

Apesar de ainda estarmos falando de algo novo, cases de sucesso envolvendo a inteligência de dados na gestão pública já podem ser observados. Exemplo disso pode ser visto no Estado de Goiás, que desenvolveu um projeto para informações cidadãs, em que as secretarias disponibilizam informações em um datalayer.

“Foi criada uma Lei para institucionalizar e um Decreto de regulamentação. Tem um aparato legal e um projeto governamental, apoiado pelo governador, que permite que isso aconteça”, conta  Rodrigo Michel de Moraes, ao falar sobre a institucionalização do projeto, que registra os eventos do município e permite ao Estado saber  onde vivem famílias vulneráveis, por exemplo.

Outro case interessante foi trazido por Marcos Coseglio, que falou sobre o uso de satélites na região Amazônica. 

“Temos 22 terminais atendendo 22 cidades, para que as pessoas possam ter acesso ao EAD, às operadoras de 4G e a parte de serviço ao cidadão”, revelou o representante da SES.

Principais desafios do uso da tecnologia na gestão pública

Um dos principais desafios que os governos têm para desenvolver a inteligência de dados é em relação às auditorias e questões fiscais.

Nesse sentido, André Facchini falou sobre como isso acontece no Estado do Rio Grande do Sul: 

“A Fazenda (Receita, Tesouro e controle interno) tem forçado bastante o uso massivo de dados, na busca de fraudes e distorções de responsabilidade da secretaria e atividades de consultoria”, diz.

A tecnologia está contribuindo muito mais para que os governos, em todas as esferas, possam melhorar os serviços públicos prestados à população. Se você é um agente público ou se interessa pelo tema, assista ao meet-up completo e confira mais sobre o assunto.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar