Futurecom faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

shutterstock_120238360

Descubra novas tendências para meios de pagamento

Conversamos com um professor de tecnologia para saber as novidades e tendências do mercado de meios de pagamento. Algumas já estão sendo utilizadas no Brasil.

Como num piscar de olhos, novas tendências e ferramentas para meios de pagamento surgem para otimizar processos para as empresas e, claro, facilitar cada vez mais a vida de seus clientes, em especial, à nova geração nascida já na era tecnológica.

Para Marcos Crivelaro, professor da Faculdade de Informática e Administração Paulista (FIAP), a geração atual de jovens prefere dispositivos e meios de pagamento que não precisa de regras e contratos burocráticos:

“A geração atual de jovens prefere utilizar meios de pagamentos ágeis e tecnológicos. Ao invés de carregar um cartão ou os tradicionais cheques, preferem utilizar um aplicativo no celular ou digitar um login em um site para efetuar negociações comerciais. Também desejam o auxílio de AI [Artificial Intelligence] para não ter que dispender tempo para ler regras e contratos financeiros para rapidamente começar a operar e investir no sistema bancário”, afirma.

Tendências para meios de pagamento

O professor aponta uma série de tendências de meios de pagamento no exterior que já ganham força aqui no Brasil. Confira quais são elas:

Banco + Fintech

Enquanto os bancos têm reconhecimento da marca, conhecimento da indústria e uma base de clientes, as fintechs chegam ao mercado com tecnologias e agilidades disruptivas.

Não é à toa que bancos tradicionais vêm investindo em laboratórios de inovação em parceria com fintechs para conquistarem de vez o público jovem desbancarizado – e que faz questão de ser desbancarizado.

Recompensas

A criação de um sistema de recompensas é uma forte tendência que já está em vigor no Brasil, fruto da necessidade cada vez maior da entrega de produtos e serviços personalizados para cada cliente, ávidos por praticidade e conveniência.

“Os consumidores querem mais recompensas e estão dispostos a mudar de cartão e meios de pagamento para obtê-las. Essas recompensas devem atender às necessidades de estilo de vida do consumidor e serem entregues de forma perfeita em tempo real”, explica o professor da FIAP.

Tecnologias de meios de pagamento que atendem aos Millennials

As necessidades e exigências dessa parcela importante da população perante a tecnologia e finanças fez com que o mercado de meios de pagamento evoluísse mais rapidamente.

Eis alguns exemplos de tendências tecnológicas citadas pelo professor Marcos Crivelaro:

  • Reconhecimento facial e validação de pagamentos via selfie (comparando com foto pré-cadastrada);
  • Utilização de smartphone ou pulseira através de contato ao invés de cartão de débito/crédito.
  • Tecnologia da Voz: aumento de softwares inseridos em smartphones e assistentes pessoais para a execução de operações financeiras.
  • BIoT (IoT Internet of Things + Blockchain): a comunicação e comandos entre máquinas sob a segurança da inexistência de intermediários.
  • Moedas virtuais: facilitação da compra e venda de produtos no mercado interno e externo com menor tributação e intermediários.
  • Machine Learning e Inteligência Artificial (AI): auxílio para concretização de transações comerciais complexas e rotineiras e escolha mais adequada do tipo de investimento ao perfil do cliente.

E você? Acredita que o Brasil está preparado para receber todas essas tendências para meios de pagamento? Deixe a sua opinião nos comentários!

credenciamento-cards-future-payment-2018

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar