Megatendências para 2022 apontam para o crescimento da demanda por profissionais de TI

Megatendencias para 2022_profissionais de TI.jpg
Confira o artigo do escritor e palestrante Marco Juarez Reichert.

Desde que a Quarta Revolução Industrial começou, há quase dez anos, o mundo, como um todo – principalmente em países mais desenvolvidos e em desenvolvimento – tem sido impactado por novas tecnologias, com mudanças que crescem exponencialmente.

Até podemos chamá-lo de Mundo 4.0, pois o que se iniciou nas manufaturas alemãs, na década passada, se espalhou por todos os segmentos da atividade humana. Dentre as tecnologias que caracterizam estes novos tempos que estamos vivendo, vemos a Inteligência Artificial (IA), a Internet das Coisas (IoT), a Robótica Avançada, a Nuvem e o Big Data, Conectividade Veloz (5G), a Impressão em 3D (nas fábricas se usa o termo “manufatura aditiva”), a Realidade Virtual e a Aumentada, a Nanotecnologia ...

Muitas vezes essas tecnologias aparecem combinadas. Pode-se inferir que em dez a vinte anos, o mundo terá mais mudanças do que a soma de tudo que ocorreu antes, tamanha a aceleração das inovações tecnológicas. As nossas vidas estão sendo, fortemente, impactadas por essa verdadeira transformação na sociedade. É uma metamorfose!  Partindo dessas premissas, fica mais fácil imaginarmos algumas megatendências, tais como:

– Baixa empregabilidade para a mão de obra menos qualificada;
– Alta demanda por profissionais de todas as áreas de TI;
– Maior nível de exigência para se ter sucesso em uma carreira profissional;
– Colapso de muitos modelos de negócios tradicionais;
– Aumento da implementação de formas de produção de energias limpas;
– Crescimento das Criptomoedas;
– Veículos elétricos ou híbridos substituindo, gradativamente, aqueles movidos com derivados do petróleo;

Como as mutações do Coronavírus vão sempre existir, desde seu surgimento na China, ao que se sabe, as pessoas sempre precisarão se vacinar, assim como há muito acontece com a Gripe. A Ciência segue aprendendo sobre o vírus, sendo que a população e as empresas vão se adaptando à nova realidade. A vacinação de tempos em tempos já não se configura como tendência, mas sim como certeza.

Focando na questão da Tecnologia da Informação (TI), de longe é a área mais promissora para a empregabilidade e o empreendedorismo. Fala-se que já existe uma carência de 60.000 profissionais de TI, somente no mercado brasileiro. O número tende a aumentar, à medida que novas tecnologias surjam. Mas não é somente isto: desde os microempresários até os grandes, várias iniciativas foram implementadas nos anos recentes, em seus modelos de negócios, todos envolvendo TI. Aplicativos de e-commerce salvaram muitas empresas. Outros tantos negócios precisarão ser reescritos, remodelados e para tal, mais uma vez, nada se faz sem a tecnologia da informação. O que se vê no mercado são empresas oferecendo vantagens de remuneração e de benefícios aos profissionais empregados em outras organizações, já que a formação dessa ocupação não atende a demanda. 

Aqueles profissionais de TI que pretendem construir uma carreira mais sólida e com remuneração mais alta, precisam de uma estratégia que produza vantagem competitiva, em relação aos seus pares do mercado. Aliás, vale o mesmo para qualquer profissão. Uma carreira de sucesso exige habilidades e formação, logicamente. Mas no Mundo 4.0 precisamos aprender a trabalhar mais em equipe e em regime de colaboração, bem como ter uma Visão clara do que se quer (seu grande objetivo individual). Em seguida, criar uma estratégia pessoal e um cronograma de ações a serem cumpridas. Os Valores (princípios) representam um diferencial para o êxito profissional. No recrutamento, estes pontos influenciam na decisão de contratação ou não. Na questão das habilidades, a formação e a experiência são cruciais para o sucesso profissional. Mas é importante frisar que elas não bastam. É preciso ter outras características, como a empatia, o espírito de colaboração, a iniciativa ... São as tais de “soft skills”. Imaginemos um profissional com elevada “hard skill” em programação avançada. Se ele tiver dificuldades em trabalhar com equipes, colaborativamente, vai enfrentar restrições e a carreira não vai progredir.

No Mundo 4.0 a empregabilidade será sempre maior para os especialistas com conhecimentos também de generalistas. Exemplificando: um Cientista de Dados com formação também em Marketing, terá uma vantagem competitiva imensa sobre outros especialistas de TI de sua área de conhecimento. Ele, melhor do que ninguém, saberá coletar os dados mais relevantes do mercado e gerar informações fundamentais para o conhecimento e a tomada de decisão da área de marketing da organização. A combinação de formações é o sonho de qualquer empresário atual para suas lideranças. Outra habilidade que pode se aliar ao conhecimento técnico de TI e que diferencia o profissional é a Gestão de Pessoas. Para liderar uma equipe, é imprescindível saber lidar com pessoas. Vale ainda citar que profissionais ótimos na área técnica, mas que não falam fluentemente o Inglês, perdem oportunidades incríveis em suas carreiras. O mercado internacional é ávido por profissionais de TI com fluência em idiomas estrangeiros. Eles podem trabalhar de suas casas (home-office) e receber em dólares. Em suma, a busca por mais conhecimento deve ser ininterrupta, por toda a vida, algo que não pode ser negligenciado.

Em termos de áreas de TI com demanda crescente por profissionais, algumas que merecem destaque, são:

– Ciência de Dados;
– Desenvolvimento de web, softwares e aplicativos;
– Games;
– Cyber Security;
– Conectividade IoT;
– E-commerce;
– Mídias Sociais para maior taxa de conversão (growth hackers);
– Recrutamento de profissionais de TI (headhunters especialistas);
– Marketing com soluções de Metaverso (a procura será muito alta nos próximos anos);
– Educação (Cursos de formação em TI);
– Engenharia de hardwares;
– Blockchain.

Enfim, felizmente para os bons profissionais da área de TI, em praticamente em toda sua abrangência, o presente e o futuro são auspiciosos. 

Marco Juarez Reichert é Escritor, Palestrante, Conselheiro de Administração e Consultor de Empresas. Bacharel de Administração de Empresas, MBA em Finanças e Governança Corporativa, PÓS-MBA em Inteligência Empresarial e Pós-Graduando em Negócios Inteligentes e Indústria 4.0.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar