Futurecom faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

nfc-smart-cards-rfid-beneficio-varejo

NFC em smart cards: especialista em RFID faz uma lista de benefícios dessa tecnologia para o varejo

Sistema RFID baseado no acoplamento indutivo, o NFC (near field communication) é bastante destinado a smart cards, o que o destaca como tendência de meio de pagamento no varejo. Estudiosa nesse tipo de tecnologia no Brasil, a professora associada ao Centro de Excelência em RFID, Renata Rampim, aponta uma série de benefícios que começam e ultrapassam o limite do caixa do estabelecimento comercial.

Na etapa de transação financeira, os circuitos integrados mostram-se bastante seguros ao utilizarem métodos de criptografia, sistema de backup no chip e autenticação mútua do leitor para a tag RFID. Além disso, as empresas ganham a possibilidade de integrar o sistema de pagamento ao serviço de pós-venda. “Ele pode enviar um recibo eletrônico diretamente para o e-mail do cliente, até mesmo enviar uma mensagem de texto para o smartphone, e assim, adicionar pontos de fidelidade”, diz a consultora da RF Consulting. Leia, a seguir, mais seis benefícios do sistema NFC em smart cards.

1 - Redução do tempo de espera no caixa. O pagamento é de oito a 12 segundos mais ágil em relação ao pagamento em dinheiro.

2 - Aumento na confiabilidade da transação do pagamento.

3 - Maior fidelidade e satisfação do cliente.

4 - Diminuição do fluxo de cédulas de dinheiro no estabelecimento.

5 - Facilidade de administração e controle do caixa.

6 - Não há mais necessidade de códigos PIN para concluir uma transação financeira.

Panorama brasileiro

No passado, grandes bancos do Brasil realizaram projetos pilotos e emitiram um volume não considerável de smart cards, de acordo com a especialista, pois encontraram dificuldade com o custo e com os hábitos dos lojistas, resistentes à tecnologia. “Hoje, há projetos pilotos ocorrendo isoladamente, porém a adesão massiva no Brasil demorará ainda algum tempo”, afirma Renata antes de indicar Visa e Mastercard como protagonistas nessa tentativa de impulsionar a adoção de cartões para pagamento dual-interface (capacidade de transacionar via interface com e sem contato) utilizando dispositivos como wearables, pulseiras e smartphones.

mercado adquirência

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar