Futurecom faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

shutterstock_426197197

Como garantir a segurança dos serviços de cashback?

Atualmente, existem diversos websites clandestinos oferecendo soluções de cashback. Por isso, o ideal é sempre optar por empresas que já estão no mercado há alguns anos e possuem credibilidade - que pode ser facilmente verificada no Reclame Aqui.

Também é importante entender que o dinheiro de volta é garantido pela empresa que oferece o serviço de cashback, mas a segurança da compra em si são garantidos pelas lojas físicas ou virtuais - exatamente como acontece hoje. l

Em outras palavras, todos os dados do seu cartão de crédito não são armazenados no serviço de cashback e qualquer problema deve ser resolvido junto à loja e/ou operadora do cartão.

Como o varejo pode aproveitar o cashback?

A maior vantagem dos serviços de cashback é que ele não requer necessariamente que a loja invista mais em publicidade. Se você possui uma loja de cosméticos e investe R$ 1.000 em anúncios no Facebook hoje, por exemplo, pode facilmente realocar parte deste investimento na rede de anúncios do serviço de cashback.

Uma boa estratégia para avaliar se vale a pena ou não alocar estes recursos é analisando a taxa de conversão dos seus anúncios nas mídias tradicionais e no cashback.

Como o poder de atração do cashback é muito maior do que na publicidade convencional, na maioria dos casos a taxa de conversão - ou seja, quantidade de pessoas que clicam nos anúncios a partir do mesmo investimento - dos anúncios na rede de cashback é muito maior.

Na dúvida, não custa nada testar. Segundo Israel Salmen, CEO da Méliuz, o varejista (online ou offline) não precisa pagar mais pelos anúncios, o maior risco é que a taxa de conversão seja menor do que os anúncios mais tradicionais.

“Uma loja online pode deixar de investir em mídia digital (banners e vídeos de anúncios em portais) para oferecer seus produtos na Méliuz. Para a loja não há diferença, pois o dinheiro já seria usado, de qualquer maneira, para aumentar as vendas.”, afirma Salmen.

Caso não funcione, basta alocar os recursos na estratégia anterior e tudo voltará ao normal.

O que você achou desta proposta de cashback? Compartilhe com seus conhecidos para que eles descubram também sobre como funciona esta novidade! 

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar