Futurecom faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Aumenta-a-confiança-de-brasileiros-na-adoção-de-carteiras-digitais

Aumenta a confiança de brasileiros na adoção de carteiras digitais

Consumidores brasileiros estão cada vez mais confiantes nas empresas para proteger seus dados financeiros e de pagamento, além de utilizarem cada vez mais carteiras digitais. As informações são do relatório “Global Consumer Survey: Consumer Trust and Security Perceptions”, realizado pela ACI em parceria com o Grupo Aite.

Segundo a pesquisa realizada com 6 mil pessoas em 20 países, em 2016, 36% dos brasileiros já usavam as carteiras digitais - em 2014, esse número era de 19%. Além disso, 34% dos entrevistados afirmaram confiar na segurança dessas carteiras digitais. Ainda sobre confiança, 47% dos brasileiros confiam nas empresas (especialmente em grandes instituições financeiras) para protegerem seus dados financeiros.

Parte desse aumento na utilização e, consequentemente, na confiança é que diminuiu o número de telefone fixo, enquanto houve aumento das quantidades de telefones celulares. Isso permitiu a superação de gaps na infraestrutura de comunicações e pagamentos.

De acordo com o diretor global de Solução de Pagamentos de Risco da ACI Worldwide, Cleber Martins, esse aumento de uso e confiança traz o desafio de segurança, pois as fraudes vão migrar para o online. “Bancos, lojas e outras instituições financeiras devem ficar alertas e investir em segurança”, afirma. Ainda na opinião de Martins, cabe aos consumidores, também, serem mais proativos na segurança de seus dados pessoais, adotando atitudes preventivas e serviços oferecidos pelas instituições financeiras.

No Brasil, 32% dos entrevistados se preocupam com o roubo de informações por hackers, e indicam que parariam de comprar de determinado comerciante on-line caso vivenciassem fraude ou violação de dados, mesmo acreditando que lojas online estejam mais preparadas para proteger suas informações do que as lojas físicas.

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar