Tendências

Quais as vantagens do uso da tecnologia na medicina?

A tecnologia é apontada por especialistas como a principal aliada na busca por melhores índices de saúde no Brasil. Imprescindível para a redução dos custos médicos, ela será essencial para destravar o setor e garantir a universalização da atenção assistencial de qualidade, frente ao envelhecimento da população.

A adoção irrestrita da tecnologia na saúde depende da confiança dos pacientes. Para isso, médicos, especialistas e empresários se movimentam para mostrar aos brasileiros os benefícios do uso de ferramentas e softwares em procedimentos e tratamentos terapêuticos.

Existem muitas promessas vindo da área de data science e inteligência artificial, para a otimização de processos. E a realidade virtual (RV) é a bola da vez”, aponta o CEO da startup MedRoom, Vinícius Gusmão.

Áreas em que a tecnologia trabalha para melhorar a saúde

Não demorará muito e a tecnologia se fará presente em todo o processo de saúde. “A principal transformação no curto prazo é a economia de recursos. O sistema de saúde tem ficado mais caro a cada ano e já se sabe que o mesmo tem data para falir. No médio a longo prazo, a própria forma como estudamos e tratamos pessoas vai mudar”, prevê Gusmão.

Antes restrita a propiciar novos meios de comunicação entre médicos e pacientes, hoje é usada desde o agendamento de consultas, até a:

  • Realização de exames de forma remota;
  • Acompanhamento da situação de saúde de doentes a distância;
  • Realização de cirurgias e procedimentos médicos;
  • Chegando, inclusive, à formação profissional e ao planejamento de políticas públicas nesta área.

Atualmente, pensar a eficiência da saúde é impossível sem o uso da tecnologia, que também será empregada para reduzir as possibilidades de erro humano, ao emitir alertas sobre a necessidade de atuação do profissional da área médica.

A tecnologia útil também ao paciente

Para o paciente, ela representa autonomia e segurança. Como exemplo de um benefício direto da Telemedicina, o caso dos diabéticos, que podem controlar seus níveis de glicose a partir da coleta do sangue por meio de um dispositivo conectado ao smartphone.

Outros casos em que a tecnologia já desempenha papel fundamental na manutenção de saúde são: monitoramento da pressão arterial, batimentos cardíacos e temperatura corporal, que estão sendo acompanhados sem a necessidade da presença física do médico.

E tem ainda os casos de gravidez de alto risco. Uma cinta tecnológica desenvolvida na Europa monitora todos os sinais vitais de mães e bebês, dispensando a sua internação para acompanhamento durante toda a gestação.

Essas informações podem ser automaticamente compartilhadas com médicos caso necessário, por meio da emissão de um alerta diretamente nos seus dispositivos móveis. Com isso, a tecnologia na saúde ajuda a otimizar o uso, o custo e a eficiência dos recursos médicos e hospitalares, trazendo vantagens para todo o sistema.

Além dos benefícios para o setor, profissionais da saúde e pacientes, a tecnologia na saúde abre possibilidades para a atuação empresarial no desenvolvimento de novos materiais, criados para substituir produtos tradicionais e que vêm reduzindo os índices de rejeição e de infecções.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.