• Digital Futurecom is part of the Informa Markets Division of Informa PLC

    This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

Conectividade, Meios de pagamento

A instabilidade da internet impacta o serviço de meios de pagamento?

A internet é cada vez mais utilizada para transações financeiras por conta do aumento do chamado pagamento mobile. Sendo assim, qualquer sinal de instabilidade torna-se motivo de preocupação para empresários e também para clientes. Mesmo assim, será que essa instabilidade realmente afeta os empreendimentos? E será que existe alguma solução para isso?

A instabilidade do sinal afeta a empresa como um todo

Por mais que a empresa seja tecnológica, desenvolvida e atenta com as tendências e mudanças no comportamento do consumidor, a instabilidade do sinal na hora de realizar o pagamento pode, sim, gerar problemas. Eis alguns exemplos:

  1. A instabilidade do sinal de internet pode gerar desistência no ato da compra;
  2. Pode ocasionar um aumento no número de reclamação por parte dos clientes;
  3. A empresa fica sujeita a comentários negativos expostos em seus canais de comunicação, como o site e as redes sociais;
  4. Pode afetar a percepção que o público consumidor tem em relação à marca;
  5. Pode gerar problemas com a instituição financeira por conta de problemas técnicos ou até mesmo erros no sistema, como o caso de valores debitados da conta do cliente sem que o sistema gere um comprovante da transação.

Para o diretor acadêmicos dos MBAs da FIAP (Faculdade de Informática e Administração Paulista), Eduado Endo, apesar dos avanços nos tipos de meios de pagamento, aqui no Brasil ainda utilizamos o pagamento mobile feito em aplicativos, que ainda dependem do sinal estável de internet:

“Hoje existem diversas formas de pagamento mobile. Naqueles relacionados à virtualização de cartão de crédito, a instabilidade do sinal de internet não impacta em nada a transação pois a comunicação é feita por meio de aproximação. Por outro lado, este tipo de pagamento ainda não é muito utilizado no Brasil. Quando analisamos o pagamento mobile feito por meio do uso de aplicativos, a situação se inverte e caso a transação não consiga ser finalizada devido à instabilidade do sinal ocorre uma grande frustração e problemas para ambos os lados: consumidor e estabelecimento comercial”, afirma Endo.

Mas afinal, existe solução para essa instabilidade?

Se há instabilidade de internet, de acordo com Endo, não há muito o que fazer, pois as transações financeiras realizadas com sucesso dependem dessa conexão.

Infelizmente, hoje o modelo de pagamento é feito por meio de uma transação entre as duas partes. Portanto, se o meio de comunicação está com falha, a transação não se completa; além disso, os aplicativos são apenas uma parte do processo onde normalmente uma instituição financeira é quem realmente processa o pagamento e que hoje funciona totalmente conectada na internet”, explica.

Então, será que existe alguma medida paliativa enquanto a instabilidade não é resolvida? Para o diretor acadêmico, a solução pode ser a forma mais tradicional de transação financeira ou, ainda, a implantação da tecnologia de aproximação:

Infelizmente, por enquanto, caso o sinal da internet caia, o que vale é utilizar o bom e velho papel moeda – a menos que você esteja usando a virtualização do cartão de crédito dentro dos smartphones, onde o celular apenas substitui o plástico do cartão de crédito e o pagamento é feito por aproximação. Todas as outras situações são dependentes da internet”, conclui.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.